segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

PBTur apoia reestruturação do roteiro turístico de Ingá

Posted by Antonio jads  |  at  02:14 No comments


Noventa dias foi o prazo estabelecido pelo secretário de Turismo de Ingá, Walter Mário da Luz – mais conhecido por Vavá da Luz – para que o município passe a atender de forma satisfatória os turistas que visitam a ‘Pedra de Itacoatiara’, seu principal cartão postal. O secretário esteve reunido com a presidente da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur), Ruth Avelino, nessa quarta-feira (9), oportunidade em que apresentou o seu plano de trabalho no turismo para os próximos meses e recebeu total apoio da executiva de turismo.

De acordo com Vavá da Luz, uma equipe técnica da PBTur deve fazer uma visita à cidade na próxima semana para averiguar os principais gargalos que têm estagnado o desenvolvimento do turismo na região. “As Pedras do Ingá estão completamente abandonadas e temos um grande projeto de recuperação desse local, tombado como patrimônio nacional em 1961 e considerado o principal monumento arqueológico brasileiro”, revelou.

Entre as ações estabelecidas no projeto, o secretário pretende incentivar a participação da iniciativa privada no processo de instalação de restaurantes e meios de hospedagem na região, assim como buscar parcerias com empresas de receptivo para que formatem pacotes turísticos para o local. “Temos dois ou três guias de turismo que recebem grupos de forma individual, mas precisamos ampliar essa demanda. Antes, recebíamos grupos maiores, que vinham de ônibus”, enfatizou.

De acordo com Vavá da Luz, a região de Ingá não se limita à ‘Pedra de Itacoatiara’. “Temos outros atrativos tão bonitos e interessantes como a Pedra, como a Gruta da Serra Velha, os Quilombolas de Pedra D´Água ou o Mirante de Serra Verde, que são lugares belíssimos e certamente irão agradar os turistas que virão nos visitar”.

O secretário de Ingá disse que pretende, futuramente, discutir com os prefeitos das cidades de Itabaiana, Mogeiro, Salgado de São Félix e São José dos Passos a integração turística por meio de uma ferrovia que foi construída e nunca utilizada, ou por falta de uma composição (trem) ou de interesse de antigos administradores públicos.

O trem, caso seja efetivado, faria a travessia entre Itabaiana e Ingá (36 kmde distância) com grupos folclóricos, adotando a ideia do ‘Trem do Forró’, que liga Campina Grande ao distrito de Galante no período junino. “Nosso trem funcionaria uma vez por mês, adotando o sistema de forró pé de serra dentro dos vagões, que estariam lotados de turistas e que passariam o dia em Ingá, conhecendo a Pedra de Itacoatiara, entre outros roteiros”.

Nas escolas – Vavá da Luz disse que foi gerente de hotel e desde então via a necessidade de conhecer melhor os roteiros turísticos da Paraíba, a partir de uma abordagem de um grupo de turistas da Alemanha, que queria conhecer a ‘Pedra de Itacoatiara’. Mesmo sendo natural de Ingá, o secretário confessou que não conhecia profundamente o local, muito menos a sua história, passando, a partir de então, a estudar para transmitir informação correta.

 Esta passagem da vida profissional do secretário será o ponto de partida para um novo projeto, que pretende implantar no sistema educacional da cidade um conteúdo didático no ensino fundamental. Os alunos passariam a ter aulas com temas relacionados à história do município e com seus pontos turísticos detalhados. A proposta, além de oferecer conhecimento sobre a região, é multiplicar o processo de informação a respeito do turismo ingaense. Cada cidadão passaria a ser um guia de turismo natural e informal.

Secom PB

Tags:
About the Author

Write admin description here..

Get Updates

Subscribe to our e-mail newsletter to receive updates.

Share This Post

Related posts

0 comentários:

Copyright © 2013 Mogeiro em Foco. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Proudly Powered by Blogger.
back to top