quarta-feira, 11 de abril de 2012

Saúde Estadual se compromete a fornecer novo medicamento

Posted by Antonio jads  |  at  17:08 No comments



A Secretaria Estadual de Saúde (SES) vai disponibilizar, em caráter de urgência, o medicamento sacarato de hidróxido de ferro da marca “Noripurum” aos pacientes renais que fazem hemodiálise. O compromisso foi assumido na manhã desta quarta-feira (11), na audiência promovida pela Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde da Capital com representantes de pacientes renais, da Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa) e do Centro de Dispensação de Medicamentos Excepcionais (Cedmex).



A medida emergencial foi tomada porque, de acordo com a “Renais-PB” (associação de pacientes de patologias nos rins), 600 pacientes que fazem hemodiálise na rede pública e particular de saúde tiveram reações adversas quando foram tratados com o medicamento da marca “Sucrofer”.



Segundo o presidente da associação, Carlos Roberto da Silva Lucas, a maioria dos pacientes possui planos de saúde e tem conseguido o medicamento da marca “Noripurun” junto às clínicas particulares, onde fazem hemodiálise. “Existe na associação cerca de 130 reclamações já documentadas de pacientes portadores de patologias renais que não têm condições de adquirirem o 'Noripurum' e temos declarações de clínicas de hemodiálise que se negam a continuar a administrar o medicamento 'Sucrofer', em razão dos graves problemas de reações apresentados pelos pacientes”, explicou.



Para o promotor de Justiça da Saúde João Geraldo Barbosa, essa situação prejudica os pacientes renais que ficam sem a medicação necessária. “Esses pacientes necessitam de que o Estado da Paraíba forneça o medicamento 'Noripurum' como garantia da saúde e da vida”, defendeu.



Investigação



O promotor de Justiça da Saúde também requereu ao coordenador de medicamentos da Agevisa, Sérgio Brindeiro, que seja encaminhado à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) solicitação urgente para a instauração de processo investigatório sobre as reações adversas sofridas pelos pacientes renais submetidos ao tratamento de hemodiálise com o medicamento da marca “Sucrofer”, na Paraíba.



A diretora do Cedmex, Gilcélia Ribeira, disse que a SES fará uma aquisição do “Noripurum” em caráter de urgência por 35 dias para atender aos pacientes que estão sofrendo reações adversas. Nesse período, a Anvisa deverá concluir as investigações sobre as reações adversas provocadas pelo “Sucrofer”.



Segundo o promotor de Justiça, é importante que a Anvisa faça uma investigação completa sobre o problema e sobre a administração do medicamento. “Já existe um precedente junto ao órgão em relação a um lote de 'Sucrofer', que inclusive foi, em determinado período, suspenso cautelarmente. Queremos que a situação dos reclamantes seja resolvida. Nenhum paciente que tenha hipossuficiência estaria aqui a reclamar marca de medicamento, se realmente não estivesse sofrendo as reações e sem que estivessem devidamente documentados por declarações de clínicas, nas quais são submetidos à hemodiálise”, disse.



MPPB

Tags:
About the Author

Write admin description here..

Get Updates

Subscribe to our e-mail newsletter to receive updates.

Share This Post

Related posts

0 comentários:

Copyright © 2013 Mogeiro em Foco. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Proudly Powered by Blogger.
back to top