sexta-feira, 2 de março de 2012

JESSIER QUIRINO SE REVOLTA CONTRA ´PAREDÕES´ E LANÇA MANIFESTO NA PB

Posted by Antonio jads  |  at  14:26 No comments






JESSIER QUIRINO x PAREDÕES



O silêncio é de ouro. Especialmente quando ele evita o funcionamento dos indesejáveis "paredões de som". É neste sentido que o poeta, cantador popular e humorista Jessier Quirino está convocando artistas e jornalistas paraibanos para um protesto a ser realizado em Itabaiana a favor do que ele chama de "Civilidade Sonora".



A manifestação é fruto do pesadelo que Jessier passou durante o Carnaval, onde duas torres de som foram colocadas em plena Praça Pública, em frente a Igreja Matriz, prejudicando, inclusive, os foliões que curtiam o Carnaval na cidade, incomodando comerciantes e provocando até rachaduras nos gessos das casas próximas.



Por tudo isso, Jessier escreveu pessoalmente um manifesto pelo qual convoca a sociedade para derrubar os "paredões" que separam o bom senso do exagero. O protesto será realizado no dia 6 de março, em Itabaiana.



Já assinaram o manifesto artistas como Nairon Barreto (Zé Lezin), Beto Brito, Bira Delgado, bem como os jornalistas Astier Basílio e Ricardo Anísio, e religiosos como o arcebispo da Paraíba, Dom Aldo de Cillo Pagoto. (Luís Tôrres)



Abaixo, o manifesto na íntegra de Jessier:



Civilidade

Nota de Falecimento “Civilidade Carnavalesca” Itabaiana, PB Brasil

Manifesto do poeta Jessier Quirino a ser divulgado brevemente.



SOLICITAÇÃO DE COBERTURA DA IMPRENSA

DURANTE ATO PÚBLICO A SER REALIZADO EM ITABAIANA-PB



ATO PÚBLICO “CIVILIDADE JÁ” :

Apresentação:

Será um movimento cidadão – SEM VÍNCULO POLÍTICO-PARTIDÁRIO - em prol da “Civilidade Sonora em ambientes públicos” na cidade de Itabaiana, Paraíba.



Objetivo:

Apresentar, de forma enfática e solene, à sociedade local e ao Ministério Público de Itabaiana, um manifesto denominado “Civilidade” e subtítulo “Nota de Falecimento, Civilidade Carnavalesca” feito pelo poeta Jessier Quirino, contendo assinaturas de adesões por parte de: formadores de opinião da sociedade civil, autoridades religiosas, professores, alunos, artistas, representantes de agremiações carnavalescas, entidades de classe e demais pessoas desejosas de pôr limites a possíveis excessos ocorridos em praça pública.



Data e Local:

Dia 06 de Março (terça feira), em Itabaiana PB, a partir das 16.00h em frente à igreja Matriz.



Ideia Central:

Levantar a “bandeira do respeito e da civilidade” e solidarizar-se com a população prejudicada (principalmente as sacrificadas agremiações carnavalescas), e todos aqueles que repudiaram o descontrole sonoro acontecido durante todo o carnaval de 2012.



FATO:



O largo da frente da matriz de N.S. da Conceição foi transformado em PRAÇA DE GUERRA SONORA, na festa de abertura (sábado anterior) e durante os quatro dias de Momo, a pretexto de um suposto carnaval.



O encontro dos ditos “paredões” aconteceu de forma combinada, (imóvel e absurdamente agressiva) com rótulo de um pretenso item de animação, satisfazendo, no entanto, os caprichos dos “competidores de potência de som” e foliões simpatizantes, e ou sem nenhuma opção de festa.



As torres-de-som, com seus decibéis abertos (em intensidade máxima e de forma simultânea), provocaram uma confusão auditiva infernal em plena praça pública, gerando protestos de participantes, moradores, comerciantes fixos e ambulantes, e, principalmente, de agremiações carnavalescas: índios; ursos; escolas de samba; bois e orquestras, impedidas da básica liberdade de exibir seu carnaval.



PROBLEMAS LEVANTADOS

Luz vermelha do Conselho Tutelar (pela possível excitação maliciosa de crianças e jovens com hormônios em alta) diante de temas musicais apelativos.

Saúde e bem estar dos moradores dentro do seu próprio lar.

Saúde do próprio folião.

Rachaduras em estruturas de gesso e vedações dos edifícios.

Danos causados a utensílios de vidro de ambulantes e moradores.

Comprometimento de fachadas de edificações históricas (igreja, colégio, residências...).



Repercussão negativa da tradição festiva da cidade.

Estímulo à deseducação.

Perspectiva de tornar-se instrumento de poder perante a população.

Um fato ocorrido sem observância às leis que pode abrir precedente a repetições.



EXEMPLO A SER OBSERVADO

Elevado grau de civilidade vistos em outras localidades como toda orla de João Pessoa e cidades.




FIM :

Acudir a BOA IMAGEM de Itabaiana no que tange às suas festividades, feiras e tudo mais, como também incluir seu nome no rol dos municípios que buscam crescer com ideias, criatividade, trabalho e principalmente com CIVILIDADE.



Buscar providências para que não se repitam os atos de poluição sonora e perturbação do sossego alheio (art. 42, III, da Lei de Contravenções Penais).



DIVULGAÇÃO:

Redes sociais de relacionamentos, mídia televisiva (no local), rádio e jornal.



ASSINATURA

Em meus 29 anos de residência nesta cidade, catorze dos quais em atividade artística nos palcos de teatro e mídias diversas de todo o Brasil e cancelas abertas para rede mundial de computadores, sempre divulgando (de forma bem-humorada) o nome de Itabaiana – Paraíba, sinto-me no dever de me solidarizar com aqueles que repudiaram esse descontrole sonoro e não puderam ou não tiveram condições de procurar refúgio.



JESSIER QUIRINO

Natural de Campina Grande, filho adotivo de Itabaiana e NÃO é candidato a nada.



ADESÕES CONFIRMADAS COM PRESENÇA (até as13:00h do dia 01 de março):



Religiosos:

Dom Aldo Pagotto

Padre Dorgival

Irmã Regina



Jornalistas e Artistas:

Ponto de Cultura Cantiga de Ninar - Itabaiana

Abelardo Jurema

Ricardo Anísio

Astier Basílio

Maciel Melo

Nairon Barreto (Zé Lezim)

Petrúcio Amorim

Beto Brito

Bebé de Natércio

Oliveira de Panelas

Bira Delgado

Tags:
About the Author

Write admin description here..

Get Updates

Subscribe to our e-mail newsletter to receive updates.

Share This Post

Related posts

0 comentários:

Copyright © 2013 Mogeiro em Foco. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Proudly Powered by Blogger.
back to top