Featured Articles
All Stories

domingo, 22 de junho de 2014


Dia 23 (Véspera de São João) 
- Forró de Saia
- Roupa de Marca
- Thiago Viana e Forró Sem Futuro...

Dia 24 ( Dia de São João) 
- Duquinha
- Forró Dois Corações
- Adriano José e Banda...

Dia 28 (Véspera de São Pedro) 
- Gata Brozeada
- Forró Farra da Elite
- Forró Bombar...

Dia 29 Dia de São Pedro) 
- Aracílio Araújo e Banda 
- Banda Aveloz
- Trio Xamegando (Pé de Serra)...

Fonte: Blog Itabaiana Hoje

Programação do São João e São Pedro em Itabaiana


Dia 23 (Véspera de São João) 
- Forró de Saia
- Roupa de Marca
- Thiago Viana e Forró Sem Futuro...

Dia 24 ( Dia de São João) 
- Duquinha
- Forró Dois Corações
- Adriano José e Banda...

Dia 28 (Véspera de São Pedro) 
- Gata Brozeada
- Forró Farra da Elite
- Forró Bombar...

Dia 29 Dia de São Pedro) 
- Aracílio Araújo e Banda 
- Banda Aveloz
- Trio Xamegando (Pé de Serra)...

Fonte: Blog Itabaiana Hoje

Posted at 07:44 |  by Antonio jads
Filho do poeta e sanfoneiro Amazan, o cantor Luan atinge este ano, o auge de sua carreira. O artista de Campina Grande, tem sido um dos destaques do SuperStar, e a cada edição do programa, vem surpreendendo o público e os jurados por seu estilo genuinamente nordestino.

Luan é mais um dos artistas que surgiram na terra do Maior São João do Mundo, e que já se transformou em um celeiro cultural. Desde pequeno, Luan Barbosa já encantava nos palcos dos shows de forró. Aos 11 anos, subiu pela primeira vez no Parque do Povo para dividir o palco com o sanfoneiro Amazan. Com sua sanfona fabricada pelo pai, ele surpreendeu. O show não deixou nada a desejar aos grandes forrozeiros.

O vocalista da banda Luan e Forró Estilizado começou sua carreira ao lado do pai, participando como sanfoneiro para se divertir. Com o passar do tempo, ele percebeu que a música era mais do que um hobbie.

Após o sucesso com a sanfona, o pequeno sanfoneiro passou a tocar outros instrumentos na banda do seu pai, principalmente teclado. Através das participações, Luan se tornou conhecido e os convites para fazer shows foram aumentando. O sucesso veio rápido, e logo ele decidiu seguir carreira solo.

O sucesso da banda o levou ao palco do SuperStar. Durante suas apresentaões, Luan e Forró Estilizado tocou com uma safona produzida pela fábrica de Amazan. Em uma das apresentações, o cantor Flávio José interrompeu show no Parque do Povo para que o público assistisse o paraibano brilhar em nível nacional.

Na última apresentação, Luan e Forró Estilizado subiu ao palco do SuperStar para tocar as músicas - Hora do Adeus" e Coração - no Top 8. Dessa vez, foi Dinho Ouro Preto que tirou Ivete Sangalo para dançar ao som da sanfona. Os três jurados votam "sim" e a banda alcançou a pontuação de 76%. - Como é maravilhoso ver uma coisa tão brasileira -, derrete-se Ivete.

No Top 9, Luan e Forró Estilizado apresentou, a música autoral Solteiro na Sexta. Com o sim dos três jurados, a banda somou 59%. - Acho que hoje vocês justificaram o nome de vocês porque a forma como a música foi preparada me pareceu pouco comum - declarou Dinho Ouro Preto. Na plateia, Susana Vieira se empolga e levanta para dançar.

Uma semana antes, Luan e Forró Estilizado misturou Dominguinhos e Vital Farias para encarar o Top 10 do SuperStar. Tocando as músicas Gostoso Demais e Ai Que Saudade D Ocê , a banda alcançou 77%.

Nos Duelos, a banda subiu ao palco do SuperStar com a música Esperando na Janela, conquistando plateia e jurados e somando 81%. Disparada e Rindo à Toa foram as canções escolhidas pelo grupo para enfrentar o Top 12 do reality, garantindo a eles 81% dos votos.

Na primeira fase do programa SuperStar, a terceira desta primeira temporada Luan surpreendeu. A aprovação para que a tela subisse e ele prosseguisse na batalha chegou no último segundo, com o voto de Fábio Júnior, fazendo com que o filho de Amazan alcançasse 73% dos votos - o mínimo para passar nesta fase é 70%.

Luan e Forró Estilizado tocou, uma canção da banda Aviões do Forró, Jeito carinhoso, e recebeu o apoio também de Ivete Sangalo. Segundo Amazan, foi um momento de felicidade ver o filho cantando para o Brasil no reality. “Ficamos apreensivos pela concorrência do programa e sabia que seria difícil, mas vimos que o forró é muito forte no país e está despontando cada vez mais. Ficamos realizados com o reconhecimento”, disse o pai do cantor. Principal incentivador da carreira de Luan, Amazan se sente feliz pela realização do filho. Como artista, Amazan passa orientações para a carreira dos integrantes mas reconhece o talento do cantor.

“Ele já é humilde e desejo que se consolide cada vez mais, que o sucesso se fortaleça e que, com os pés no chão, os seus sonhos se realizem", declarou.

Severino Lopes 

PBAgora

SuperStar: no auge, cantor Luan mostra força da música nordestina em rede nacional

Filho do poeta e sanfoneiro Amazan, o cantor Luan atinge este ano, o auge de sua carreira. O artista de Campina Grande, tem sido um dos destaques do SuperStar, e a cada edição do programa, vem surpreendendo o público e os jurados por seu estilo genuinamente nordestino.

Luan é mais um dos artistas que surgiram na terra do Maior São João do Mundo, e que já se transformou em um celeiro cultural. Desde pequeno, Luan Barbosa já encantava nos palcos dos shows de forró. Aos 11 anos, subiu pela primeira vez no Parque do Povo para dividir o palco com o sanfoneiro Amazan. Com sua sanfona fabricada pelo pai, ele surpreendeu. O show não deixou nada a desejar aos grandes forrozeiros.

O vocalista da banda Luan e Forró Estilizado começou sua carreira ao lado do pai, participando como sanfoneiro para se divertir. Com o passar do tempo, ele percebeu que a música era mais do que um hobbie.

Após o sucesso com a sanfona, o pequeno sanfoneiro passou a tocar outros instrumentos na banda do seu pai, principalmente teclado. Através das participações, Luan se tornou conhecido e os convites para fazer shows foram aumentando. O sucesso veio rápido, e logo ele decidiu seguir carreira solo.

O sucesso da banda o levou ao palco do SuperStar. Durante suas apresentaões, Luan e Forró Estilizado tocou com uma safona produzida pela fábrica de Amazan. Em uma das apresentações, o cantor Flávio José interrompeu show no Parque do Povo para que o público assistisse o paraibano brilhar em nível nacional.

Na última apresentação, Luan e Forró Estilizado subiu ao palco do SuperStar para tocar as músicas - Hora do Adeus" e Coração - no Top 8. Dessa vez, foi Dinho Ouro Preto que tirou Ivete Sangalo para dançar ao som da sanfona. Os três jurados votam "sim" e a banda alcançou a pontuação de 76%. - Como é maravilhoso ver uma coisa tão brasileira -, derrete-se Ivete.

No Top 9, Luan e Forró Estilizado apresentou, a música autoral Solteiro na Sexta. Com o sim dos três jurados, a banda somou 59%. - Acho que hoje vocês justificaram o nome de vocês porque a forma como a música foi preparada me pareceu pouco comum - declarou Dinho Ouro Preto. Na plateia, Susana Vieira se empolga e levanta para dançar.

Uma semana antes, Luan e Forró Estilizado misturou Dominguinhos e Vital Farias para encarar o Top 10 do SuperStar. Tocando as músicas Gostoso Demais e Ai Que Saudade D Ocê , a banda alcançou 77%.

Nos Duelos, a banda subiu ao palco do SuperStar com a música Esperando na Janela, conquistando plateia e jurados e somando 81%. Disparada e Rindo à Toa foram as canções escolhidas pelo grupo para enfrentar o Top 12 do reality, garantindo a eles 81% dos votos.

Na primeira fase do programa SuperStar, a terceira desta primeira temporada Luan surpreendeu. A aprovação para que a tela subisse e ele prosseguisse na batalha chegou no último segundo, com o voto de Fábio Júnior, fazendo com que o filho de Amazan alcançasse 73% dos votos - o mínimo para passar nesta fase é 70%.

Luan e Forró Estilizado tocou, uma canção da banda Aviões do Forró, Jeito carinhoso, e recebeu o apoio também de Ivete Sangalo. Segundo Amazan, foi um momento de felicidade ver o filho cantando para o Brasil no reality. “Ficamos apreensivos pela concorrência do programa e sabia que seria difícil, mas vimos que o forró é muito forte no país e está despontando cada vez mais. Ficamos realizados com o reconhecimento”, disse o pai do cantor. Principal incentivador da carreira de Luan, Amazan se sente feliz pela realização do filho. Como artista, Amazan passa orientações para a carreira dos integrantes mas reconhece o talento do cantor.

“Ele já é humilde e desejo que se consolide cada vez mais, que o sucesso se fortaleça e que, com os pés no chão, os seus sonhos se realizem", declarou.

Severino Lopes 

PBAgora

Posted at 07:42 |  by Antonio jads
O prefeito de Mogeiro, Antonio Ferreira (PR), declarou na noite de sexta-feira,20, apoio ao pré-candidato a governador Cássio Cunha Lima.

O apoio foi anunciado no evento junino realizado na fazenda de Dr. Joni Oliveira (Presidente Municipal do PSB de Salgado), no distrito de Dois Riachos (Salgado).

O prefeito Antonio subiu ao palco onde se encontrava o senador Cássio e anunciou sua adesão.

Várias lideranças políticas estavam presentes, entre elas o prefeito do Ingá Manoel da Lenha, o ex-prefeito de Juripiranga, Tom Maroja, vereadores e populares que participavam da festa junina que acontece todos os anos na propriedade do médico Joni Oliveira. Além do senador Cássio estavam presentes os deputados Ruy Carneiro, José Ademir, e Léo Gadelha (suplente).

Outra adesão: Dr. Joni Oliveira é presidente do PSB de Salgado de São Félix, e foi candidato a prefeito nas últimas eleições. Recentemente rompeu com o Governador Ricardo Coutinho e, na noite de sexta-feira 20, declarou oficialmente seu apoio ao senador Cássio.

Fonte: Blog Itabaiana Hoje

Prefeito de Mogeiro declara apoio a Cássio Cunha Lima

O prefeito de Mogeiro, Antonio Ferreira (PR), declarou na noite de sexta-feira,20, apoio ao pré-candidato a governador Cássio Cunha Lima.

O apoio foi anunciado no evento junino realizado na fazenda de Dr. Joni Oliveira (Presidente Municipal do PSB de Salgado), no distrito de Dois Riachos (Salgado).

O prefeito Antonio subiu ao palco onde se encontrava o senador Cássio e anunciou sua adesão.

Várias lideranças políticas estavam presentes, entre elas o prefeito do Ingá Manoel da Lenha, o ex-prefeito de Juripiranga, Tom Maroja, vereadores e populares que participavam da festa junina que acontece todos os anos na propriedade do médico Joni Oliveira. Além do senador Cássio estavam presentes os deputados Ruy Carneiro, José Ademir, e Léo Gadelha (suplente).

Outra adesão: Dr. Joni Oliveira é presidente do PSB de Salgado de São Félix, e foi candidato a prefeito nas últimas eleições. Recentemente rompeu com o Governador Ricardo Coutinho e, na noite de sexta-feira 20, declarou oficialmente seu apoio ao senador Cássio.

Fonte: Blog Itabaiana Hoje

Posted at 07:08 |  by Antonio jads

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Morreu por volta das 11h:00m da manhã desta sexta- feira santa, aos 54 anos, Felisberto Ferreira, irmão do Prefeito de Mogeiro Antonio Ferreira. Ele faleceu em sua residência no Sítio Pintado.  Há 11 meses Felisberto lutava contra um câncer.

O corpo esta sendo velado em sua residência no Sítio Pintado e o sepultamento será amanhã (sábado), saindo féretro as 15:00 horas para o Cemitério Municipal da cidade de Mogeiro.

Felisberto Ferreira trabalhava ao lado de seu irmão Antonio Ferreira, atual prefeito de Mogeiro, e era muito querido pela população mogeirense, não só pelo ótimo trabalho que prestava com muito amor, mas pela pessoa amiga, companheira e guerreira que era.

Parentes e amigos através das redes sociais mandaram muitas mensagens de conforto para a família e falaram da pessoa que era Felisberto Ferreira.

Felisberto Ferreira com Zé Neto de Mogeiro

Mogeiro em Foco com informações do Blog Mogeiro Agora

Mogeiro perde mais um filho: Felisberto Ferreira morre aos 54 anos

Morreu por volta das 11h:00m da manhã desta sexta- feira santa, aos 54 anos, Felisberto Ferreira, irmão do Prefeito de Mogeiro Antonio Ferreira. Ele faleceu em sua residência no Sítio Pintado.  Há 11 meses Felisberto lutava contra um câncer.

O corpo esta sendo velado em sua residência no Sítio Pintado e o sepultamento será amanhã (sábado), saindo féretro as 15:00 horas para o Cemitério Municipal da cidade de Mogeiro.

Felisberto Ferreira trabalhava ao lado de seu irmão Antonio Ferreira, atual prefeito de Mogeiro, e era muito querido pela população mogeirense, não só pelo ótimo trabalho que prestava com muito amor, mas pela pessoa amiga, companheira e guerreira que era.

Parentes e amigos através das redes sociais mandaram muitas mensagens de conforto para a família e falaram da pessoa que era Felisberto Ferreira.

Felisberto Ferreira com Zé Neto de Mogeiro

Mogeiro em Foco com informações do Blog Mogeiro Agora

Posted at 15:48 |  by Antonio jads

terça-feira, 15 de abril de 2014

Uma equipe de TV alemã chegou à Paraíba nesta sexta-feira passada (11) para a produção de um documentário sobre as belezas naturais, a gastronomia e a cultura do Estado. Os jornalistas são da emissora ARD e prepararam uma série de programas com o título ‘Wetlreisen – viagens pelo mundo’, que vão mostrar a região onde a seleção da Alemanha vai disputar os jogos da Copa do Mundo.

Na primeira fase da Copa, os germânicos disputarão jogos em Salvador, Fortaleza e Recife. Os programas serão exibidos no noticiário da ARD durante o mês de maio. A Empresa Paraibana de Turismo (PBTur) foi procurada pelo escritório da ARD no Rio de Janeiro e ofereceu toda logística para a vinda da equipe de reportagem.

As visitas tiveram início, nesta sexta-feira, pela cidade de Sousa, no Sertão paraibano. A intenção foi fazer registros sobre o cultivo de coco na região conhecida pelas chuvas escassas e altas temperaturas. Ainda na sexta-feira, a equipe visitou a cidade de Teixeira para conhecer a Caatinga. De acordo com a jornalista Maria Adélia Mendonça, os programas sobre o Nordeste têm como proposta apresentar a Região ao telespectador alemão.

“Queremos retratar a natureza da Região com suas belezas, a pluralidade cultural, gastronomia diferenciada e original; a economia e as tradições culturais. Escolhemos o Nordeste pelo fato que a seleção alemã estará jogando em três capitais da região. Queremos apresentá-lo ao espectador alemão, não apenas como uma foto de bonitas paisagens, mas com histórias desses importantes brasileiros que fazem dessa região ser tão especial para o resto do país e do mundo”, afirmou Adélia.

No domingo (13), os jornalistas alemães estiveram na cidade do Ingá, onde  produziram reportagens sobre as ‘Pedras de Itacoatiaras’. A Secretaria de Turismo de Ingá  disponibilizou todo apoio à equipe de reportagem. Vava da Luz e os colegas Danykelli Andrade, Marquinhos Tur e o âncora Dennys Mota, prestaram-lhes todo apoio.

A TV Wir sind eins. ARD esteve sob o comando do seu correspondente para a América do Sul Michel Stocks que encantou-se com nossas belezas e cultura fazendo um documentário de tudo que viu no que demorou horas a fio debaixo de um sol escaldante.

O roteiro dos alemães na Paraíba foi encerrado, em João Pessoa, na segunda-feira (14). Está prevista uma entrevista com um pescador artesanal.

A presidente da PBTur, Ruth Avelino, disse que a vinda da equipe de tevê alemã à Paraíba é fruto da realização da Copa do Mundo. “Eles querem mostrar ao público alemão como são as cidades onde a seleção deles vai jogar. Mas como João Pessoa e outras cidades paraibanas estão muito próximas das capitais, eles entenderam que seria ótimo mostrar o que temos de belezas naturais, de cultura e gastronomia. Isso é ótimo”, afirmou.

Serviço- A ARD é uma rede pública, com papel de TV educativa. A emissora mantém escritórios em 32 países, sendo líder de audiência nos noticiários. O website da emissora é www.ard.de.



Giro pb com Blog do vavadaluz

A TV ALEMÃ NO INGÁ

Uma equipe de TV alemã chegou à Paraíba nesta sexta-feira passada (11) para a produção de um documentário sobre as belezas naturais, a gastronomia e a cultura do Estado. Os jornalistas são da emissora ARD e prepararam uma série de programas com o título ‘Wetlreisen – viagens pelo mundo’, que vão mostrar a região onde a seleção da Alemanha vai disputar os jogos da Copa do Mundo.

Na primeira fase da Copa, os germânicos disputarão jogos em Salvador, Fortaleza e Recife. Os programas serão exibidos no noticiário da ARD durante o mês de maio. A Empresa Paraibana de Turismo (PBTur) foi procurada pelo escritório da ARD no Rio de Janeiro e ofereceu toda logística para a vinda da equipe de reportagem.

As visitas tiveram início, nesta sexta-feira, pela cidade de Sousa, no Sertão paraibano. A intenção foi fazer registros sobre o cultivo de coco na região conhecida pelas chuvas escassas e altas temperaturas. Ainda na sexta-feira, a equipe visitou a cidade de Teixeira para conhecer a Caatinga. De acordo com a jornalista Maria Adélia Mendonça, os programas sobre o Nordeste têm como proposta apresentar a Região ao telespectador alemão.

“Queremos retratar a natureza da Região com suas belezas, a pluralidade cultural, gastronomia diferenciada e original; a economia e as tradições culturais. Escolhemos o Nordeste pelo fato que a seleção alemã estará jogando em três capitais da região. Queremos apresentá-lo ao espectador alemão, não apenas como uma foto de bonitas paisagens, mas com histórias desses importantes brasileiros que fazem dessa região ser tão especial para o resto do país e do mundo”, afirmou Adélia.

No domingo (13), os jornalistas alemães estiveram na cidade do Ingá, onde  produziram reportagens sobre as ‘Pedras de Itacoatiaras’. A Secretaria de Turismo de Ingá  disponibilizou todo apoio à equipe de reportagem. Vava da Luz e os colegas Danykelli Andrade, Marquinhos Tur e o âncora Dennys Mota, prestaram-lhes todo apoio.

A TV Wir sind eins. ARD esteve sob o comando do seu correspondente para a América do Sul Michel Stocks que encantou-se com nossas belezas e cultura fazendo um documentário de tudo que viu no que demorou horas a fio debaixo de um sol escaldante.

O roteiro dos alemães na Paraíba foi encerrado, em João Pessoa, na segunda-feira (14). Está prevista uma entrevista com um pescador artesanal.

A presidente da PBTur, Ruth Avelino, disse que a vinda da equipe de tevê alemã à Paraíba é fruto da realização da Copa do Mundo. “Eles querem mostrar ao público alemão como são as cidades onde a seleção deles vai jogar. Mas como João Pessoa e outras cidades paraibanas estão muito próximas das capitais, eles entenderam que seria ótimo mostrar o que temos de belezas naturais, de cultura e gastronomia. Isso é ótimo”, afirmou.

Serviço- A ARD é uma rede pública, com papel de TV educativa. A emissora mantém escritórios em 32 países, sendo líder de audiência nos noticiários. O website da emissora é www.ard.de.



Giro pb com Blog do vavadaluz

Posted at 04:42 |  by Antonio jads

segunda-feira, 14 de abril de 2014

O zagueiro Igor Luiz, de apenas 14 anos, foi convocado para a seleção brasileira na categoria sub-15. Igor, com mais 23 meninos, treinarão entre os dias 21 e 30 de abril em Águas de Lindóia, interior paulista.
Igor Luiz Silveira do Nascimento Araújo nasceu e cresceu em Mogeiro, de onde saiu aos 12 anos para participar de uma competição em João Pessoa pela escolinha do Vitória, onde um olheiro gostou do seu futebol e o levou para participar de outras competições. Foi assim que passou a fazer parte das equipes de base do Vitória da Bahia, um dos principais clubes do Nordeste.
“Minha expectativa é de que eu melhore dentro e fora de campo, e darei cem por cento de mim para merecer estar entre os melhores garotos do Brasil na minha faixa de idade”, disse Igor. O coordenador das divisões de base do Vitória, João Paulo Sampaio, disse que Igor tem o perfil que o clube procura. “Nós já apresentamos para a seleção brasileira o David Luiz, o capitão do Flamengo, Wallace, Gabriel Paulista que está no Vela Real da Espanha, Vítor Ramos do Monte Rei, e tantos outros”, informou. Para ele, Igor atende ao perfil de um atleta de sua posição por ser um jogador com técnica e velocidade. “Ele tem 90% de chance de fazer parte do time titular do Vitória quando crescer. Vamos acompanhar seu processo de crescimento porque ele é um dos nossos melhores jogadores dessa safra”, afirmou, confirmando que o Vitória é o único clube do Nordeste que tem jogadores em todas as seleções.
Igor tem um contrato de formação com o Vitória da Bahia até os 18 anos, mas tem muita possibilidade de, já com 16 anos, se tornar profissional. “Dos 31 atletas do time profissional, 19 são da divisão de base”, disse ele.

Com Tribuna do Vale online

Jogador de Mogeiro é convocado para Seleção Brasileira sub-15

O zagueiro Igor Luiz, de apenas 14 anos, foi convocado para a seleção brasileira na categoria sub-15. Igor, com mais 23 meninos, treinarão entre os dias 21 e 30 de abril em Águas de Lindóia, interior paulista.
Igor Luiz Silveira do Nascimento Araújo nasceu e cresceu em Mogeiro, de onde saiu aos 12 anos para participar de uma competição em João Pessoa pela escolinha do Vitória, onde um olheiro gostou do seu futebol e o levou para participar de outras competições. Foi assim que passou a fazer parte das equipes de base do Vitória da Bahia, um dos principais clubes do Nordeste.
“Minha expectativa é de que eu melhore dentro e fora de campo, e darei cem por cento de mim para merecer estar entre os melhores garotos do Brasil na minha faixa de idade”, disse Igor. O coordenador das divisões de base do Vitória, João Paulo Sampaio, disse que Igor tem o perfil que o clube procura. “Nós já apresentamos para a seleção brasileira o David Luiz, o capitão do Flamengo, Wallace, Gabriel Paulista que está no Vela Real da Espanha, Vítor Ramos do Monte Rei, e tantos outros”, informou. Para ele, Igor atende ao perfil de um atleta de sua posição por ser um jogador com técnica e velocidade. “Ele tem 90% de chance de fazer parte do time titular do Vitória quando crescer. Vamos acompanhar seu processo de crescimento porque ele é um dos nossos melhores jogadores dessa safra”, afirmou, confirmando que o Vitória é o único clube do Nordeste que tem jogadores em todas as seleções.
Igor tem um contrato de formação com o Vitória da Bahia até os 18 anos, mas tem muita possibilidade de, já com 16 anos, se tornar profissional. “Dos 31 atletas do time profissional, 19 são da divisão de base”, disse ele.

Com Tribuna do Vale online

Posted at 08:24 |  by Antonio jads

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013


O governador Ricardo Coutinho liberou, terça-feira (10), mais de R$ 1,1 milhão em créditos do Empreender Paraíba beneficiando 372 pessoas dos municípios de Campina Grande, Mogeiro, Juripiranga, Juarez Távora e São João do Cariri. Durante o evento realizado no Palácio das Artes Suellen Caroline, no bairro do Catolé, ele lançou o Manual do Empreendedor e o Prêmio Empreender PB junto aos pequenos empreendedores.
A cabelereira Rosimede Matildes foi a primeira a receber o cheque simbolicamente em nome dos 153 beneficiados de Campina Grande. Dentro das linhas Empreender Mulher, Empreender Artesão e individual foram liberados R$ 660 mil para 153 beneficiados de Campina Grande, R$ 140 mil para 56 beneficiados de Mogeiro, R$ 45 mil para 16 pessoas de Juripiranga, R$ 110 mil para 49 pessoas de Juarez Távora e R$ 200 mil para 98 beneficiados de São João do Cariri.
O governador Ricardo Coutinho comemorou os resultados do programa Empreender que vai injetar até o final do ano cerca de R$ 48 milhões na microeconomia da Paraíba, beneficiando mais de 20 mil pessoas. “Somente em Campina Grande foram liberados mais de R$ 1,2 milhão para empreendedores, sendo R$ 500 mil para pequenas empresas do Pólo Calçadista, gerando empregos e renda”, observou.
Ricardo disse que são centenas de exemplos de gente que, com suor, trabalho e a qualificação, está mudando a sua história ao pegar um financiamento do Empreender, abrir um negócio, depois começar a fabricar, gerar empregos e fornecer ao mercado. “Estamos movimentando a economia pela base, oferecendo crédito a pessoas que estavam à margem do acesso aos créditos de instituições financeiras. São esses homens e mulheres que são donos dos seus negócios e ajudam o Estado a crescer”, ressaltou.
O secretário executivo do Empreender-PB, Tárcio Pessoa, comentou que o Manual do Empreendedor, lançado na solenidade, é uma ferramenta criada para auxiliar os interessados na garantia do sucesso da sua atividade empresarial. “Este Manual vai ajudar o empreendedor a tomar conhecimento dos processos necessários para construir um plano de negócios bem sucedido. Estamos oferecendo um material muito importante, rico em conteúdo, um passo a passo que tem como resultado final o sucesso do empreendimento”, explicou.
Ele afirmou que o programa este ano atingiu sua maturidade e se consolida como política pública demonstrando que vale a pena investir nos paraibanos. “O número de comerciantes que vem buscando o crédito do Empreender-PB vem aumentando consideravelmente em todas as regiões do Estado. Pessoas que estão demonstrando que sabem e podem realizar sonhos”, completou.
Beneficiados – O comerciante Flávio João da Silva tem um mercadinho em Mogeiro há dois anos e trabalha com vendas de produtos de limpeza, alimentícios, bebidas e material de construção. Ele afirmou que pretende utilizar o crédito para aumentar o capital de giro e comprar mais produtos no atacado. “O Empreender é um programa que acredita na força e no trabalho dos paraibanos”, disse Flávio.
A cabelereira Rosimere Dantas tem um salão de beleza onde também comercializa roupas e acessórios em Campina Grande. “Estou tendo acesso não apenas ao crédito, que já é muito difícil para nós que somos pequenos, mas a orientação de como investir de uma forma segura para aumentarmos nosso lucro. Vou seguir a risca o Plano de Negócios elaborado junto com o pessoal do Empreender”, afirmou.
A vendedora de cosméticos, Silvanete Sinira da Silva, de Mogeiro, pretende adquirir mais produtos para ampliar a margem de lucro, já que faz venda porta a porta e na sua própria casa. “O Empreender é um instrumento muito bom para quem como eu começa com muitas dificuldades financeiras um negócio. Espero que continue dando oportunidades a quem quer vencer pela força do trabalho”, frisou.
Participaram da solenidade a primeira dama do Estado, jornalista Pâmela Bório, o secretário de governo, Adriano Galdino; o chefe de gabinete do Estado, Lúcio Flávio; o secretário executivo de Interiorização do Estado, Moacir Rodrigues; o assessor do gabinete do governador, Fábio Maia; o secretário da Prefeitura de Campina Grande, Alcindor Vilarim; e o prefeito de São João do Cariri, Marconi Medeiros.

SecomPB

Juripiranga e Mogeiro recebem linha de crédito do Empreender


O governador Ricardo Coutinho liberou, terça-feira (10), mais de R$ 1,1 milhão em créditos do Empreender Paraíba beneficiando 372 pessoas dos municípios de Campina Grande, Mogeiro, Juripiranga, Juarez Távora e São João do Cariri. Durante o evento realizado no Palácio das Artes Suellen Caroline, no bairro do Catolé, ele lançou o Manual do Empreendedor e o Prêmio Empreender PB junto aos pequenos empreendedores.
A cabelereira Rosimede Matildes foi a primeira a receber o cheque simbolicamente em nome dos 153 beneficiados de Campina Grande. Dentro das linhas Empreender Mulher, Empreender Artesão e individual foram liberados R$ 660 mil para 153 beneficiados de Campina Grande, R$ 140 mil para 56 beneficiados de Mogeiro, R$ 45 mil para 16 pessoas de Juripiranga, R$ 110 mil para 49 pessoas de Juarez Távora e R$ 200 mil para 98 beneficiados de São João do Cariri.
O governador Ricardo Coutinho comemorou os resultados do programa Empreender que vai injetar até o final do ano cerca de R$ 48 milhões na microeconomia da Paraíba, beneficiando mais de 20 mil pessoas. “Somente em Campina Grande foram liberados mais de R$ 1,2 milhão para empreendedores, sendo R$ 500 mil para pequenas empresas do Pólo Calçadista, gerando empregos e renda”, observou.
Ricardo disse que são centenas de exemplos de gente que, com suor, trabalho e a qualificação, está mudando a sua história ao pegar um financiamento do Empreender, abrir um negócio, depois começar a fabricar, gerar empregos e fornecer ao mercado. “Estamos movimentando a economia pela base, oferecendo crédito a pessoas que estavam à margem do acesso aos créditos de instituições financeiras. São esses homens e mulheres que são donos dos seus negócios e ajudam o Estado a crescer”, ressaltou.
O secretário executivo do Empreender-PB, Tárcio Pessoa, comentou que o Manual do Empreendedor, lançado na solenidade, é uma ferramenta criada para auxiliar os interessados na garantia do sucesso da sua atividade empresarial. “Este Manual vai ajudar o empreendedor a tomar conhecimento dos processos necessários para construir um plano de negócios bem sucedido. Estamos oferecendo um material muito importante, rico em conteúdo, um passo a passo que tem como resultado final o sucesso do empreendimento”, explicou.
Ele afirmou que o programa este ano atingiu sua maturidade e se consolida como política pública demonstrando que vale a pena investir nos paraibanos. “O número de comerciantes que vem buscando o crédito do Empreender-PB vem aumentando consideravelmente em todas as regiões do Estado. Pessoas que estão demonstrando que sabem e podem realizar sonhos”, completou.
Beneficiados – O comerciante Flávio João da Silva tem um mercadinho em Mogeiro há dois anos e trabalha com vendas de produtos de limpeza, alimentícios, bebidas e material de construção. Ele afirmou que pretende utilizar o crédito para aumentar o capital de giro e comprar mais produtos no atacado. “O Empreender é um programa que acredita na força e no trabalho dos paraibanos”, disse Flávio.
A cabelereira Rosimere Dantas tem um salão de beleza onde também comercializa roupas e acessórios em Campina Grande. “Estou tendo acesso não apenas ao crédito, que já é muito difícil para nós que somos pequenos, mas a orientação de como investir de uma forma segura para aumentarmos nosso lucro. Vou seguir a risca o Plano de Negócios elaborado junto com o pessoal do Empreender”, afirmou.
A vendedora de cosméticos, Silvanete Sinira da Silva, de Mogeiro, pretende adquirir mais produtos para ampliar a margem de lucro, já que faz venda porta a porta e na sua própria casa. “O Empreender é um instrumento muito bom para quem como eu começa com muitas dificuldades financeiras um negócio. Espero que continue dando oportunidades a quem quer vencer pela força do trabalho”, frisou.
Participaram da solenidade a primeira dama do Estado, jornalista Pâmela Bório, o secretário de governo, Adriano Galdino; o chefe de gabinete do Estado, Lúcio Flávio; o secretário executivo de Interiorização do Estado, Moacir Rodrigues; o assessor do gabinete do governador, Fábio Maia; o secretário da Prefeitura de Campina Grande, Alcindor Vilarim; e o prefeito de São João do Cariri, Marconi Medeiros.

SecomPB

Posted at 07:53 |  by Antonio jads
A vencedora receberá no próximo dia 28 de dezembro o prêmio de R$ 2.000 (dois mil reais) que será entregue na Rádio Rural de Guarabira.



Foi divulgado na manhã desta segunda-feira (23) durante o programa ‘Resenha Lance Esportivo’ da Rádio Rural de Guarabira, o resultado do concurso que elegeu a Musa da Copa Rural 2013. A eleição ficou aberta até as 16 hrs da última sexta-feira (16), prazo máximo estipulado pela organização para a votação.

Dentre as sete que disputavam ao título, Bárbara Mikaelly foi eleita com uma votação expressiva. A representante da Seleção de Mogeiro obteve 5150 votos, seguida da representante do MEC de Mogeiro, Renata Galdino com 3638 e Carla Fernandes da Seleção de Caaporã, com 3391 votos.  Além dessas, disputavam ao título de musa, as representantes das seleções de Cubati, Guarani de Sapé, Cruz do Espírito Santo e do Nacional de Cacimba de Dentro. Ao todo, foram computados 1.5378 votos.

Bárbara Mikaelly  receberá no próximo sábado, dia 28 de dezembro, o prêmio de R$ 2.000 (dois mil reais) que será entregue na Rádio Rural de Guarabira durante Debate Livre.

Fonte: RV Notícias

A representante da Seleção de Mogeiro, Bárbara Mikaelly, vence o concurso "Musa da Copa Rural" 2013

A vencedora receberá no próximo dia 28 de dezembro o prêmio de R$ 2.000 (dois mil reais) que será entregue na Rádio Rural de Guarabira.



Foi divulgado na manhã desta segunda-feira (23) durante o programa ‘Resenha Lance Esportivo’ da Rádio Rural de Guarabira, o resultado do concurso que elegeu a Musa da Copa Rural 2013. A eleição ficou aberta até as 16 hrs da última sexta-feira (16), prazo máximo estipulado pela organização para a votação.

Dentre as sete que disputavam ao título, Bárbara Mikaelly foi eleita com uma votação expressiva. A representante da Seleção de Mogeiro obteve 5150 votos, seguida da representante do MEC de Mogeiro, Renata Galdino com 3638 e Carla Fernandes da Seleção de Caaporã, com 3391 votos.  Além dessas, disputavam ao título de musa, as representantes das seleções de Cubati, Guarani de Sapé, Cruz do Espírito Santo e do Nacional de Cacimba de Dentro. Ao todo, foram computados 1.5378 votos.

Bárbara Mikaelly  receberá no próximo sábado, dia 28 de dezembro, o prêmio de R$ 2.000 (dois mil reais) que será entregue na Rádio Rural de Guarabira durante Debate Livre.

Fonte: RV Notícias

Posted at 07:34 |  by Antonio jads

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013


A jovem Urana se encontra internada no Hospital de Traumas. Os demais passam bem

Um acidente grave envolvendo jovens ingaensese ocorreu nas primeiras horas deste domingo na PB 066 que liga Ingá a Mogeiro.

O automóvel Fiesta Hacth conduzido por Maércio, sobrou na curva e capotou lateralmente e seguiu se arrastando fora da estrada até bater de lado num poste, que caiu por cima do carro, ferindo gravemente a jovem Urana, que foi socorrida para o Hospital de Traumas de Campina Grande onde permanece internada. Segundo informações de amigos que circulam nas redes sociais, o acidente teria atingido a coluna da vítima e poderá passar por uma cirurgia delicada. Os demais ocupantes do carro passam bem.


Segundo algumas pessoas que ajudaram nos primeiros socorros, o fato do carro ter se chocado lateralmente com o poste, embora correu riscos, porém teria evitado que o carro sofresse várias capotadas e tendo um açude logo a frente.

O acidente ocorreu durante o retorno dos jovens vindos da festa de Emancipação Política de Mogeiro, que teve os shows das bandas Limão com Mel, Forró Pegado e Fabrício Rodrigues.

INGA-CIDADAO

Jovens Ingaenses Sofrem Acidente Grave Na Volta Da Festa De Mogeiro


A jovem Urana se encontra internada no Hospital de Traumas. Os demais passam bem

Um acidente grave envolvendo jovens ingaensese ocorreu nas primeiras horas deste domingo na PB 066 que liga Ingá a Mogeiro.

O automóvel Fiesta Hacth conduzido por Maércio, sobrou na curva e capotou lateralmente e seguiu se arrastando fora da estrada até bater de lado num poste, que caiu por cima do carro, ferindo gravemente a jovem Urana, que foi socorrida para o Hospital de Traumas de Campina Grande onde permanece internada. Segundo informações de amigos que circulam nas redes sociais, o acidente teria atingido a coluna da vítima e poderá passar por uma cirurgia delicada. Os demais ocupantes do carro passam bem.


Segundo algumas pessoas que ajudaram nos primeiros socorros, o fato do carro ter se chocado lateralmente com o poste, embora correu riscos, porém teria evitado que o carro sofresse várias capotadas e tendo um açude logo a frente.

O acidente ocorreu durante o retorno dos jovens vindos da festa de Emancipação Política de Mogeiro, que teve os shows das bandas Limão com Mel, Forró Pegado e Fabrício Rodrigues.

INGA-CIDADAO

Posted at 02:09 |  by Antonio jads

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Completando mais um ano de emancipação política no último dia 12 de dezembro, o município de Mogeiro comemora o aniversario com festividades e inaugurações.
    Pela manhã, foi celebrada uma Missa em ação de graças  pelo padre Antônio Júnior, com a participação do prefeito Antônio Ferreira, o vice Zé Neto, os vereadores Luciano Domingues, Gaiso, Zé de Taciana, Maria Inês e Biu de Dão, além de secretários, colaboradores e convidados da administração municipal.
   O Prefeito ainda inaugurou o tão sonhado calçamento do Loteamento Maria Peixoto. Esteve presente na solenidade o Deputado Estadual Caio Roberto representando o seu pai, o Deputado Federal Wellington Roberto e outras autoridades.
    À tarde, o Excelentíssimo Sr. Juiz da Comarca de Itabaiana, Dr. Henrique Jácome, celebrou um casamento coletivo com a participação de 19 casais na quadra de esportes do Colégio Irací Rodrigues.
   As festividades encerraram a noite com a inauguração da Escola João Vicente de Brito, na Serra do Cabral. Uma escola Top de linha, um luxo, onde funcionará o ensino fundamental de 1º e 2º fase.

   No sábado (14/12), haverá grande festa com as bandas Forró Pegado e Limão com Mel, a partir das 22 horas no Pátio do Povo, afinal Mogeiro é assim, terra boa povo bom, lugar de gente feliz. Parabéns!

Banda 31 de Março, Ingá - PB




Prefeito Antônio Ferreira

Zé Neto de Mogeiro e Daluz, Moradora Lot. M. Peixoto

Zé Neto de Mogeiro e Argermiro, Morador do Lot. M. Peixoto 

Noivos

Dr. Henrique Jácome (Juíz), o casal Roberio e Lucia, Zé Neto e esposa    

O Prof. José também casou 


Banda 1º de Maio, Mogeiro - PB
FONTE: MOGEIRO AGORA

MOGEIRO EM FESTA, 52 ANOS DE EMANCIPAÇÃO POLÍTICA

Completando mais um ano de emancipação política no último dia 12 de dezembro, o município de Mogeiro comemora o aniversario com festividades e inaugurações.
    Pela manhã, foi celebrada uma Missa em ação de graças  pelo padre Antônio Júnior, com a participação do prefeito Antônio Ferreira, o vice Zé Neto, os vereadores Luciano Domingues, Gaiso, Zé de Taciana, Maria Inês e Biu de Dão, além de secretários, colaboradores e convidados da administração municipal.
   O Prefeito ainda inaugurou o tão sonhado calçamento do Loteamento Maria Peixoto. Esteve presente na solenidade o Deputado Estadual Caio Roberto representando o seu pai, o Deputado Federal Wellington Roberto e outras autoridades.
    À tarde, o Excelentíssimo Sr. Juiz da Comarca de Itabaiana, Dr. Henrique Jácome, celebrou um casamento coletivo com a participação de 19 casais na quadra de esportes do Colégio Irací Rodrigues.
   As festividades encerraram a noite com a inauguração da Escola João Vicente de Brito, na Serra do Cabral. Uma escola Top de linha, um luxo, onde funcionará o ensino fundamental de 1º e 2º fase.

   No sábado (14/12), haverá grande festa com as bandas Forró Pegado e Limão com Mel, a partir das 22 horas no Pátio do Povo, afinal Mogeiro é assim, terra boa povo bom, lugar de gente feliz. Parabéns!

Banda 31 de Março, Ingá - PB




Prefeito Antônio Ferreira

Zé Neto de Mogeiro e Daluz, Moradora Lot. M. Peixoto

Zé Neto de Mogeiro e Argermiro, Morador do Lot. M. Peixoto 

Noivos

Dr. Henrique Jácome (Juíz), o casal Roberio e Lucia, Zé Neto e esposa    

O Prof. José também casou 


Banda 1º de Maio, Mogeiro - PB
FONTE: MOGEIRO AGORA

Posted at 13:49 |  by Antonio jads

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

O fotógrafo Mogeirense Ronaldo Melo Convida a todos a prestigiarem sua exposição de fotografias no Aeroporto Presidente Castro Pinto em João Pessoa, pavimento térreo.
A exposição intitulada "MEMÓRIAS E MOMENTOS" estará em exposição de 02 a 31 de dezembro de 2013.










Fotos: Ronaldo Melo
Imagens: Facebook/Ronaldo Melo

Mais vez o Mogeirense Ronaldo Melo tem exposição no Aeroporto Castro Pinto em JP. Veja fotos

O fotógrafo Mogeirense Ronaldo Melo Convida a todos a prestigiarem sua exposição de fotografias no Aeroporto Presidente Castro Pinto em João Pessoa, pavimento térreo.
A exposição intitulada "MEMÓRIAS E MOMENTOS" estará em exposição de 02 a 31 de dezembro de 2013.










Fotos: Ronaldo Melo
Imagens: Facebook/Ronaldo Melo

Posted at 02:07 |  by Antonio jads

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

O prazo para os prefeitos de todo o Brasil acabarem com os lixões e tomarem outras providências relacionadas à gestão do lixo produzido nos municípios que governam está logo ali. Por determinação da Lei Nacional de Resíduos Sólidos (nº 12.305/2010), de autoria do Ministério do Meio Ambiente, os gestores municipais devem elaborar, até 2 de agosto do ano que vem, um plano de gestão integrada dos resíduos sólidos, focado no fim dos lixões e construção de aterros sanitários, além de implantar a coleta seletiva e promover a educação ambiental. A nova lei prevê ainda aos municípios regular o setor produtivo quanto ao manejo e disposição final dos resíduos e promover a inclusão social dos catadores de materiais reutilizáveis e recicláveis.

No entanto, a realidade dos municípios baianos e depoimentos de prefeitos entrevistados pelo CORREIO mostram que dificilmente as determinações da lei serão cumpridas dentro do prazo, o que pode acabar complicando a vida dos gestores. É o que afirma a promotora de Justiça Coordenadora da Câmara Temática de Saneamento do Ministério Público do Estado da Bahia (MPE-BA), Karinny Guedes. "Após o prazo, os prefeitos poderão ser responsabilizados judicialmente, inclusive, por prática do crime. O desejável é que (os prefeitos) se conscientizem não só das imposições legais, como também das nefastas consequências aos munícipes da existência dos famigerados lixões", afirmou.

A promotora lembrou que a legislação atual prevê duras sanções aos gestores negligentes. "A Lei n° 12.305/2010, o Decreto nº 7.404/2010 e a Lei nº 9.605/98 preveem sanções como multa e prisão para os gestores municipais que descumprirem a legislação atual. Mas a aplicação de tais penalidades depende da constatação de que a omissão do gestor é injustificada", adianta. De acordo com Karinny Guedes, as multas variam de R$ 5 mil a R$ 50 milhões e a pena de prisão prevista para o crime é de um a cinco anos de reclusão.

Lixões 

A realidade baiana é bem distante da situação ideal desenhada pela lei. Apesar de ter sido sancionada em 2010, segundo dados da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur), cerca de 80% dos municípios do estado ainda têm como disposição final os vazadouros a céu aberto, como são tecnicamente chamados os lixões, ou os aterros controlados, espécie de intermediário entre os lixões e aterros sanitários considerados inadequados para dispor os resíduos por serem lesivos ao meio ambiente e ao solo.

É o caso, por exemplo, do município de Seabra, na Chapada Diamantina. Todos os dias, sete caminhões lotados despejam resíduos em um lixão que já existe há cerca de 20 anos, localizado às margens da BR-242, a cerca de 3km do município. O prefeito José Luiz Maciel Rocha (PSB), que está no segundo mandato, admitiu já ter perdido a conta da quantidade de lixo jogado no local. "Não sei quanto é, mas é muita coisa. Tem muito tempo que se joga tudo ali", disse.

Com dívidas com o INSS da ordem de R$ 20 milhões, o prefeito afirmou ter dificuldades para implantar a coleta seletiva. "Estamos fazendo todos os esforços para tentar cumprir com os prazos. Mas além do prefeito, tem que ter a parte de consciência da população. Por isso pretendemos começar pela educação ambiental", explicou.

Também na Chapada Diamantina, outro município que enfrenta dificuldades para resolver o problema do lixão é Lençóis, conhecido pela vocação turística e pelas belas paisagens. O lixão do município fica a 8 km do centro do município, na BA-850, rodovia estadual que liga a cidade à BR-242. Sem recursos, a prefeitura aposta em encontrar solução conjunta entre os municípios do chamado Consórcio Chapada Forte.

"A realidade dos municípios é bem parecida, todos têm lixão e nenhum tem dinheiro para construir um aterro próprio", afirmou a prefeita Moema Rebouças (PSD). O plano que está sendo elaborado para a cidade prevê a implantação de uma fábrica de reciclagem. Sobre as possíveis punições, a prefeita afirmou que se preocupa, mas que está fazendo o possível para cumprir os prazos: "É de interesse de todos nós".

Em Serrinha, no Centro Norte do estado, o prefeito Osnir Cardoso Araújo (PT) demonstrou preocupação com os prazos estabelecidos pela lei, afirmando que "fogem à realidade" dos municípios baianos. "Acabo percebendo dois erros na burocracia brasileira. Deputados, por pressão externas, acabam fazendo leis que municípios não aguentam. O outro erro é que há muito controle externo, o que acaba engessando a administração" criticou. "Ainda bem que a lei prevê isso, que é importante para o meio ambiente, mas não vejo como uma solução buscar punir os prefeitos em vez de abrir um debate mais franco", questionou.

Para conseguir cumprir o prazo, o prefeito aposta em duas frentes: na aprovação de uma lei, em tramitação na Câmara dos Vereadores, punindo quem jogar lixo nas ruas e despejar os resíduos em lugares inadequados e na construção de um aterro regional.

O prefeito de Barreiras, Antônio Henrique de Souza Moreira (PP),questiona o prazo da Lei Nacional de Resíduos Sólidos. "Eles vão ter que dar mais um prazo. Isso tem que ser feito, não resta dúvida, mas estou achando o tempo muito curto", disse. "Eu não conheço sequer um município, dos 417 da Bahia, que trate seu lixo como deveria", afirmou.

Em Itacaré, a falta de recursos também acomete o município sulista. O prefeito Jarbas Barros (PSB) não divulgou a situação das contas do município, mas limitou-se a informar que precisa regularizar a situação no cadastro da União de municípios inadimplentes (Cauc). Segundo ele, a falta de informações prestadas pela gestão anterior levou o município ao cadastro, emperrando o repasse de recursos do governo federal. "A situação já deve ser regularizada nos próximos meses", disse.

O prefeito de Itabuna, Claudevane Moreira Leite, conhecido como Vane do Renascer, também critica o rigor do Ministério Público e o do MMA. "Esse prazo está preocupando todos os municípios, porque a situação aqui no estado é, em geral, muito ruim. É claro, a lei precisa ser cumprida, mas a Justiça, o Ministério Público e a União também devem ver as dificuldades que os municípios estão passando", reivindicou.

Faltam Técnicos 
 A prefeita de Valença, Jucélia Sousa do Nascimento (PTN), critica o prazo da lei e explica que a falta de técnicos capacitados para construir bons planos de gestão dos resíduos é um problema generalizado. "Não tem como cumprir esse prazo. Vai ser prorrogado, não é possível", reclamou. "Os municípios têm tido dificuldade, porque não há técnicos capacitados e não temos nenhuma orientação do ministério", criticou. Sobre a falta de técnicos, o Ministério do Meio Ambiente informou que começou a capacitar 400 profissionais, este mês, para ajudar os municípios a implantar seus planos de resíduos.

Municípios com aterro sanitário investem em outras ações

Municípios como Juazeiro, no Norte do Estado, e Barreiras, no Oeste, já possuem aterros sanitários, mas ainda lutam para melhorar as condições de gestão dos resíduos sólidos com a implantação de ações de coleta e educação ambiental, por exemplo. No ano passado, o prefeito de Juazeiro, Isaac Cavalcanti (PC do , conseguiu verba do governo federal para fazer a "remediação" do lixão, que existe há 20 anos.

O lixão ficava na estrada para a Ilha do Rodeadouro, a cerca de 15km do município. A ilha é uma das mais frequentadas do Rio São Francisco e possui vocação turística. Cavalcanti também garantiu recursos para construir um novo e moderno aterro sanitário, com capacidade para produzir energia.

O prefeito de Barreiras, Antônio Henrique de Souza Moreira (PP), admite que o aterro sanitário não foi tratado como deveria e agora está sendo recuperado. Na cidade, disposição de contêineres em alguns bairros da cidade evita que sacos com lixo fiquem espalhados pelas ruas.

Cidades buscam consórcios, mas evitam aterros nos seus limites

Municípios do Sul da Bahia, como Itabuna e Itacaré, também apostam no modelo de consórcio regional para dar fim aos seus lixões. Mas ainda não há definição onde será instalado o aterro sanitário comum às cidades. O prefeito de Itacaré, Jarbas Barros (PSB), quer recuperar a área que recebe os resíduos do município. "A nossa ideia é fazer uma central de referência no tratamento dos resíduos sólidos e tornar isso uma atração turística", aposta.

Em Itabuna, há um lixão que já perdura há pelo menos 15 anos, próximo ao distrito de Ferradas. De acordo com o prefeito Claudevane Moreira Leite, conhecido como Vane do Renascer, a prefeitura realiza processo licitatório para contratar uma empresa privada para elaborar o plano de saneamento ambiental e resíduos sólidos.

No outro lado do estado, dívida com INSS impede a prefeitura de captar recursos para cumprir as regras da nova lei do lixo na cidade, que recebe multidões durante o São João. Apesar disso, a prefeita Karina Borges Silva (PSB) prevê que o plano de gestão dos resíduos do município ficará pronto em março de 2014.

A ideia, inicialmente, seria depositar o lixo em um aterro licenciado, em outra cidade, pelo menos enquanto a prefeitura não corrige o déficit nas contas.

Fonte:Click PB

Prefeito que não acabar com lixões pode ficar cinco anos na cadeia

O prazo para os prefeitos de todo o Brasil acabarem com os lixões e tomarem outras providências relacionadas à gestão do lixo produzido nos municípios que governam está logo ali. Por determinação da Lei Nacional de Resíduos Sólidos (nº 12.305/2010), de autoria do Ministério do Meio Ambiente, os gestores municipais devem elaborar, até 2 de agosto do ano que vem, um plano de gestão integrada dos resíduos sólidos, focado no fim dos lixões e construção de aterros sanitários, além de implantar a coleta seletiva e promover a educação ambiental. A nova lei prevê ainda aos municípios regular o setor produtivo quanto ao manejo e disposição final dos resíduos e promover a inclusão social dos catadores de materiais reutilizáveis e recicláveis.

No entanto, a realidade dos municípios baianos e depoimentos de prefeitos entrevistados pelo CORREIO mostram que dificilmente as determinações da lei serão cumpridas dentro do prazo, o que pode acabar complicando a vida dos gestores. É o que afirma a promotora de Justiça Coordenadora da Câmara Temática de Saneamento do Ministério Público do Estado da Bahia (MPE-BA), Karinny Guedes. "Após o prazo, os prefeitos poderão ser responsabilizados judicialmente, inclusive, por prática do crime. O desejável é que (os prefeitos) se conscientizem não só das imposições legais, como também das nefastas consequências aos munícipes da existência dos famigerados lixões", afirmou.

A promotora lembrou que a legislação atual prevê duras sanções aos gestores negligentes. "A Lei n° 12.305/2010, o Decreto nº 7.404/2010 e a Lei nº 9.605/98 preveem sanções como multa e prisão para os gestores municipais que descumprirem a legislação atual. Mas a aplicação de tais penalidades depende da constatação de que a omissão do gestor é injustificada", adianta. De acordo com Karinny Guedes, as multas variam de R$ 5 mil a R$ 50 milhões e a pena de prisão prevista para o crime é de um a cinco anos de reclusão.

Lixões 

A realidade baiana é bem distante da situação ideal desenhada pela lei. Apesar de ter sido sancionada em 2010, segundo dados da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur), cerca de 80% dos municípios do estado ainda têm como disposição final os vazadouros a céu aberto, como são tecnicamente chamados os lixões, ou os aterros controlados, espécie de intermediário entre os lixões e aterros sanitários considerados inadequados para dispor os resíduos por serem lesivos ao meio ambiente e ao solo.

É o caso, por exemplo, do município de Seabra, na Chapada Diamantina. Todos os dias, sete caminhões lotados despejam resíduos em um lixão que já existe há cerca de 20 anos, localizado às margens da BR-242, a cerca de 3km do município. O prefeito José Luiz Maciel Rocha (PSB), que está no segundo mandato, admitiu já ter perdido a conta da quantidade de lixo jogado no local. "Não sei quanto é, mas é muita coisa. Tem muito tempo que se joga tudo ali", disse.

Com dívidas com o INSS da ordem de R$ 20 milhões, o prefeito afirmou ter dificuldades para implantar a coleta seletiva. "Estamos fazendo todos os esforços para tentar cumprir com os prazos. Mas além do prefeito, tem que ter a parte de consciência da população. Por isso pretendemos começar pela educação ambiental", explicou.

Também na Chapada Diamantina, outro município que enfrenta dificuldades para resolver o problema do lixão é Lençóis, conhecido pela vocação turística e pelas belas paisagens. O lixão do município fica a 8 km do centro do município, na BA-850, rodovia estadual que liga a cidade à BR-242. Sem recursos, a prefeitura aposta em encontrar solução conjunta entre os municípios do chamado Consórcio Chapada Forte.

"A realidade dos municípios é bem parecida, todos têm lixão e nenhum tem dinheiro para construir um aterro próprio", afirmou a prefeita Moema Rebouças (PSD). O plano que está sendo elaborado para a cidade prevê a implantação de uma fábrica de reciclagem. Sobre as possíveis punições, a prefeita afirmou que se preocupa, mas que está fazendo o possível para cumprir os prazos: "É de interesse de todos nós".

Em Serrinha, no Centro Norte do estado, o prefeito Osnir Cardoso Araújo (PT) demonstrou preocupação com os prazos estabelecidos pela lei, afirmando que "fogem à realidade" dos municípios baianos. "Acabo percebendo dois erros na burocracia brasileira. Deputados, por pressão externas, acabam fazendo leis que municípios não aguentam. O outro erro é que há muito controle externo, o que acaba engessando a administração" criticou. "Ainda bem que a lei prevê isso, que é importante para o meio ambiente, mas não vejo como uma solução buscar punir os prefeitos em vez de abrir um debate mais franco", questionou.

Para conseguir cumprir o prazo, o prefeito aposta em duas frentes: na aprovação de uma lei, em tramitação na Câmara dos Vereadores, punindo quem jogar lixo nas ruas e despejar os resíduos em lugares inadequados e na construção de um aterro regional.

O prefeito de Barreiras, Antônio Henrique de Souza Moreira (PP),questiona o prazo da Lei Nacional de Resíduos Sólidos. "Eles vão ter que dar mais um prazo. Isso tem que ser feito, não resta dúvida, mas estou achando o tempo muito curto", disse. "Eu não conheço sequer um município, dos 417 da Bahia, que trate seu lixo como deveria", afirmou.

Em Itacaré, a falta de recursos também acomete o município sulista. O prefeito Jarbas Barros (PSB) não divulgou a situação das contas do município, mas limitou-se a informar que precisa regularizar a situação no cadastro da União de municípios inadimplentes (Cauc). Segundo ele, a falta de informações prestadas pela gestão anterior levou o município ao cadastro, emperrando o repasse de recursos do governo federal. "A situação já deve ser regularizada nos próximos meses", disse.

O prefeito de Itabuna, Claudevane Moreira Leite, conhecido como Vane do Renascer, também critica o rigor do Ministério Público e o do MMA. "Esse prazo está preocupando todos os municípios, porque a situação aqui no estado é, em geral, muito ruim. É claro, a lei precisa ser cumprida, mas a Justiça, o Ministério Público e a União também devem ver as dificuldades que os municípios estão passando", reivindicou.

Faltam Técnicos 
 A prefeita de Valença, Jucélia Sousa do Nascimento (PTN), critica o prazo da lei e explica que a falta de técnicos capacitados para construir bons planos de gestão dos resíduos é um problema generalizado. "Não tem como cumprir esse prazo. Vai ser prorrogado, não é possível", reclamou. "Os municípios têm tido dificuldade, porque não há técnicos capacitados e não temos nenhuma orientação do ministério", criticou. Sobre a falta de técnicos, o Ministério do Meio Ambiente informou que começou a capacitar 400 profissionais, este mês, para ajudar os municípios a implantar seus planos de resíduos.

Municípios com aterro sanitário investem em outras ações

Municípios como Juazeiro, no Norte do Estado, e Barreiras, no Oeste, já possuem aterros sanitários, mas ainda lutam para melhorar as condições de gestão dos resíduos sólidos com a implantação de ações de coleta e educação ambiental, por exemplo. No ano passado, o prefeito de Juazeiro, Isaac Cavalcanti (PC do , conseguiu verba do governo federal para fazer a "remediação" do lixão, que existe há 20 anos.

O lixão ficava na estrada para a Ilha do Rodeadouro, a cerca de 15km do município. A ilha é uma das mais frequentadas do Rio São Francisco e possui vocação turística. Cavalcanti também garantiu recursos para construir um novo e moderno aterro sanitário, com capacidade para produzir energia.

O prefeito de Barreiras, Antônio Henrique de Souza Moreira (PP), admite que o aterro sanitário não foi tratado como deveria e agora está sendo recuperado. Na cidade, disposição de contêineres em alguns bairros da cidade evita que sacos com lixo fiquem espalhados pelas ruas.

Cidades buscam consórcios, mas evitam aterros nos seus limites

Municípios do Sul da Bahia, como Itabuna e Itacaré, também apostam no modelo de consórcio regional para dar fim aos seus lixões. Mas ainda não há definição onde será instalado o aterro sanitário comum às cidades. O prefeito de Itacaré, Jarbas Barros (PSB), quer recuperar a área que recebe os resíduos do município. "A nossa ideia é fazer uma central de referência no tratamento dos resíduos sólidos e tornar isso uma atração turística", aposta.

Em Itabuna, há um lixão que já perdura há pelo menos 15 anos, próximo ao distrito de Ferradas. De acordo com o prefeito Claudevane Moreira Leite, conhecido como Vane do Renascer, a prefeitura realiza processo licitatório para contratar uma empresa privada para elaborar o plano de saneamento ambiental e resíduos sólidos.

No outro lado do estado, dívida com INSS impede a prefeitura de captar recursos para cumprir as regras da nova lei do lixo na cidade, que recebe multidões durante o São João. Apesar disso, a prefeita Karina Borges Silva (PSB) prevê que o plano de gestão dos resíduos do município ficará pronto em março de 2014.

A ideia, inicialmente, seria depositar o lixo em um aterro licenciado, em outra cidade, pelo menos enquanto a prefeitura não corrige o déficit nas contas.

Fonte:Click PB

Posted at 02:09 |  by Antonio jads
Copyright © 2013 Mogeiro em Foco. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9
Blogger template. Proudly Powered by Blogger.
back to top